Produtos Tradicionais Portugueses

Produtos Tradicionais Portugueses

Pão de Ló de Ovar IGP

Pão de Ló de Ovar IGP

Descrição: O “Pão de Ló de Ovar” é um produto de pastelaria confecionado à base de ovos, sobretudo gemas, açúcar e farinha.
Apresenta-se dentro de uma forma revestida com papel branco, com o formato de uma “broa” de massa leve, cremosa, fofa e de cor amarela designada por “ló” com uma fina côdea acastanhada dourada levemente húmida, e o interior de textura húmida designado como “pito”.

Método de produção:Produção da massa: Esta é uma operação em que a experiência do pasteleiro é determinante para a qualidade final do produto, para a avaliação do ponto “óptimo” da massa.
Armação da massa: A forma é previamente forrada com papel almaço, ajustando o papel à forma. Esta é uma operação que exige habilidade e destreza manual. A colocação da massa na forma, é uma operação em que é reconhecida a perícia e igualmente a experiência do pasteleiro.
Cozedura da massa: O processo de cozedura é uma operação que tem que ser continuamente vigiada, porque conforme o tempo de cozedura o Pão de Ló de Ovar terá mais ou menos “pito”, característica que o diferencia.
Arrefecimento: Na etapa de arrefecimento, o Pão de Ló de Ovar mantem-se dentro da forma até estar arrefecido. Após a fase de arrefecimento o papel é recortado.

Características particulares: O Pão de Ló de Ovar distingue-se de outros produtos de padaria, quer pela forma de “broa”, com uma massa cremosa de cor amarela leve e fofa designada de “ló”, com uma fina côdea acastanhada dourada levemente húmida, resultado de um processo de confeção artesanal, quer pela textura húmida, conhecida como “pito”.

Área de produção: A área geográfica de produção do Pão de Ló de Ovar corresponde ao concelho administrativo de Ovar (freguesias de Esmoriz, Cortegaça, Maceda, Arada, Ovar, S. João, S. Vicente, Válega).

História: O Pão de Ló de Ovar é o resultado direto do saber fazer requerido para a preparação da massa e respetiva cozedura, cuja história remonta a sua confeção desde os finais do século XVIII.
Segundo a tradição oral, no séc. XIX várias famílias de Ovar dedicavam-se à confeção de doce regional, onde se destacava o afamado Pão de Ló de Ovar. Em 1877, Marques Gomes em “Aveiro e seu Distrito”, relativamente à Vila de Ovar, constata que «Na confeitaria tornam-se notáveis o pão de ló e os ovos molles, rivais de Aveiro». O Pão de Ló de Ovar ganhou nome no contexto da doçaria tradicional do País isso ficando a dever-se, evidentemente, à qualidade do produto e à sua progressiva comercialização, em tempos e mercados mais amplos.

Marca de certificação
marca pao lo ovar

Caderno de especificações (pdf)

Área geográfica

Agrupamento de produtores
APPO – Associação de Produtores de Pão de Ló de Ovar

Organismo de controlo e certificação
SAGILAB – Laboratório de Análises Técnicas, S. A.

Publicações no Jornal Oficial da UE
Regulamento de Execução (UE) 2016/1407 da Comissão - 12.08.2016
Documento Único (2016/C 141/08) – 22.04.2016

Publicação em DR
Despacho n.º 10249/2015, de 15 de setembro
Aviso (extrato) n.º 4330/2015, de 22 de abril
Aviso n.º 11540/2013, de 16 de setembro